fbpx

URL: o que é e qual a importância para o seu negócio

URL é um termo bem conhecido quando o assunto é internet e era digital, mas poucas pessoas sabem qual é o seu verdadeiro significado e sua importância para qualquer negócio na internet.

Para clarear um pouco mais o assunto, a URL é o que você digita em seu navegador ou clica sobre um link para acessar qualquer conteúdo na rede.



Ter um URL significa existir na internet.

Isso porque cada página tem o seu endereço eletrônico e a URL está em praticamente tudo, seja o seu site ou até mesmo suas redes sociais. É como uma identificação única que você tem na internet.

Porém, não se preocupe, porque neste artigo iremos detalhar o que é URL, para que serve, qual sua importância e muito mais. Então, continue a leitura para aprender a fundo sobre esse assunto que é tão importante para os resultados do seu negócio na internet.

Mas antes de continuar, se você quer aumentar suas vendas ou começar a vender do zero e descobrir o passo a passo do melhor método de marketing digital atual, conheça o Guia Definitivo do Inbound.

Preparado? Vamos lá.

O que é URL?

URL é o endereço eletrônico de um site ou página que permite a sua localização na internet, ou seja, é o endereço que você digita para entrar em um site ou alguma página de uma rede social, por exemplo.

A sigla URL significa Uniform Resource Locator que pode ser traduzida para o português como Localizador Padrão de Recurso. 

Como já falamos, ter uma URL praticamente significa que o seu negócio existe na internet. 



É válido destacar que cada URL é única, ou seja, não pode haver duas URLs iguais e direcionar para outro site ou página. 

Por exemplo, a URL do blog da Canmore é https://canmore.com.br/blog/, e esse endereço na internet só irá direcionar para o Blog da Canmore e nenhum outro site a mais.

Para simplificar ainda mais, se imaginarmos que o seu site é a sua casa, a URL é o endereço para chegar lá. Isso porque somente através dela é que as pessoas poderão te visitar.

Ficou claro o que é URL? Agora vamos entender um pouco mais para que serve.

Estrutura básica de uma URL

Agora que você já entendeu mais sobre o que é URL, vamos explicar em detalhes qual a estrutura básica de uma URL, isso para você entender o que significa cada elemento e como utilizá-los a seu favor.

A estrutura básica de uma URL é composta por 5 elementos que iremos detalhar nos próximos tópicos.

É de extrema importância que você tome nota, pois entender esses conceitos básicos pode fazer uma grande diferença em sua estratégia de SEO, e consequentemente, na quantidade de tráfego qualificado que você será capaz de atrair para o seu site ou página.

Então, continue a leitura!

Scheme (Esquema)

O Scheme, ou também conhecido como Esquema é o protocolo que o servidor web usa para identificar e acessar uma página.

Geralmente em sites é comum encontrar o “http://” e “https://”.

O “http://” significa “Hypertest Transfer Protocol”. Já o “https://” com a adição da letra S, representa “Secure” no final, ou seja, “Seguro”.

Para simplificar, o Scheme é basicamente a maneira de dizer ao servidor que essa é uma página de site, e você deve encará-la dessa forma.

Agora você deve estar se perguntanto qual a diferença entre http e https na prática, não é mesmo?

Bom, há um tempo o https costumava ser utilizado em sites que utilizam dados confidenciais de seus usuários, ou seja, sites que precisavam de dados de cartão de crédito, nome, cpf, endereço, etc.

Os e-commerces são um bom exemplo disto.

Mas, hoje em dia é comum ver o https na maioria dos sites e blogs, independente se capta ou não informações confidenciais, isso porque o Google usa esse protocolo como um ponto positivo para os sites, e consequentemente melhorando seu SEO, ou seja, seu nível de autoridade no buscador.

Se o seu site ainda utiliza o http, mas você quer melhorar suas posições no ranking do buscador é ideal que você busque o https. E você pode fazer isso através da compra de um certificado SSL.

Hoje em dia é uma prática comum que ao comprar seu domínio e hospedagem, ou seja, seu “www.meusite123456.com.br” a própria plataforma de hospedagem te forneça esse certificado SSL.

Mas voltando a falar do protocolo, existem outros como, por exemplo:

  • “mailto://”: diz ao servidor para enviar um e-mail para o link em questão;
  • “ftp://”, utilizado para transferir arquivos de um computador para o servidor.

Subdomain (Subdomínio)

Lembra do exemplo que demos que o seu site é como se fosse a sua casa e sua URL seu endereço? 

Então considere o subdomain, ou subdomínio no português, como a casinha dos fundos. Ela fica no mesmo terreno que a sua casa, porém tem uma entrada separada.

Para ficar mais simples, vamos dar um exemplo.



Muitos negócios ficam em dúvida entre colocar o blog em um subdomínio (blog.meusite.com) e um subdiretório (meusite.com/blog).

Mas o que você precisa entender aqui é que o Google entende o subdomínio como um site a parte do seu negócio, já o subdiretório como uma página do mesmo site. 

Porém, o buscador sabe que o subdomínio está ligado ao domínio principal e não totalmente separado, é como se fosse uma casa dos fundos mesmo. 

Uma das maiores vantagens em utilizar os subdiretórios como “www.meusite123456.com.br/blog” é justamente por conta que o Google levará em consideração o Domain Authority do site como um todo. Diferente de um subdomínio, onde o seu site principal tem um e o seu subdomínio tem outros.

O Domain Authority nada mais é que a “Autoridade de um Domínio”, ele é uma pontuação que o Google dá a cada website, quanto maior for a pontuação de seu site, melhor, pois isso significa que o seu domínio é relevante para o buscador.

Para sua pontuação, ele inclui diversos fatores que podem influenciar:

  • Qualidade dos links externos que possui;
  • Número de visitas e de visitantes;
  • Conversões;
  • Tempo de permanência nas páginas;
  • Entre vários outros fatores.

Top-level domain 

O Top-level domain é a parte principal de sua URL.

Conhecido também como TLD, ele é basicamente o nome do seu site.

Aqui vai um exemplo: da Canmore mesmo, por exemplo, na URL “canmore.com.br” o TDL é “canmore”.

Então, entenda o top-level domain como o próprio domínio do seu site, sendo a parte mais importante de uma URL.

É ele o responsável por transmitir de forma efetiva a mensagem do seu negócio em poucas palavras. 

Mas acalma o coração que iremos dar dicas de como criar uma URL eficiente nos próximos tópicos. Então, continua firme aí.

Second-level domain

O second-level domain, por sua vez, é conhecido como a extensão da URL. 

Ele é o “.com”, “.com.br”, “.gov”, entre outros que provavelmente você já viu por aí.

Esse é um dos pontos mais importantes na hora da criação de uma URL, que muitos ignoram, mas faz total diferença em seus resultados tanto de SEO, quanto de estratégias gerais de marketing digital.

Vale destacar que as extensões foram criadas para segmentar os websites por objetivo e região, porém, hoje em dia elas são utilizadas para compor até o nome do próprio negócio. 

Por exemplo, uma extensão “.com” serve para endereços comerciais, “.org” para organizações sem fins lucrativos, “.edu” é para instituições de ensino, e por aí vai.

Domínios com “.br” (.com.br, .gov.br, .ind.br) são relacionados ao Brasil, assim como um domínio “.us” é dos EUA, “.ca” é do Canadá, “.de” é da Alemanha e assim por diante.

É de extrema importância que ao escolher sua URL, você escolha a extensão correta, evitando possíveis problemas futuros de interpretação por parte de seu público.

Como, por exemplo, a sua empresa é um e-commerce, porém ao escolher o seu domínio você utiliza o “.org”, e agora você sabe que isso não faz muito sentido, certo?

Subdirectory

Por último, mas não menos importante, vem o subdiretório que é justamente o elemento que representa as páginas internas do seu site.



Por exemplo, o domínio “meusite123456.com.br/contato” representa a página de contato dentro do site. 

Ou “meusite123456.com.br/blog” representa a página do blog dentro do site.

A estrutura de subdiretórios é quase ilimitada, mas sua quantidade depende apenas do tamanho do seu site.

Um e-commerce, por exemplo, contém centenas ou até milhares de categorias e produtos, ou seja, tem centenas e milhares de subdiretórios. Sendo essencial este negócio em específico separar muito bem cada parte para que o Google não fique confuso, e muito menos os usuários.

URL das redes sociais

Até agora falamos sobre o seu site ou blog, mas engana-se quem pensa que as URLs são exclusivamente dos sites próprios de cada empresa. As redes sociais também fornecem uma URL específica para cada um de seus usuários.

E é justamente essa URL que identificará o seu perfil na rede, e que você deve divulgar para o seu público.

Para ficar mais fácil o entendimento, confira abaixo na prática o que é e como encontrar sua URL nas redes sociais.

O que é URL do Facebook

Ao criar uma página no Facebook, ou até mesmo um perfil pessoal, você terá uma URL única, é caso você queira que as pessoas cliquem em um link e acessem essa página ou perfil diretamente, você deve divulgar exatamente ela.

Como encontrar?

Vá até a página oficial do seu negócio no Facebook, e veja em seu navegador qual é a sua URL, por exemplo, veja a da Canmore na imagem abaixo:

o-que-e-url

O que é URL do Instagram

A do Instagram é a mesma coisa do Facebook, pois ao criar um perfil no Instagram, seja pessoal, empresarial ou comercial, o mesmo te fornecerá uma URL única, e qualquer pessoa que inserir “instagram.com/seunome” será direcionado para o seu perfil. 

Por exemplo, a URL do Instagram da Canmore é “https://www.instagram.com/canmore_/“. Aproveita e já segue a gente lá 😉

O que é URL do LinkedIn

Da mesma forma, ao criar um perfil ou página no LinkedIn, você terá uma URL única. E da mesma forma que nas outras redes sociais você poderá escolher o nome de usuário, e personalizar sua URL, no LinkedIn também é possível.

Qual é o papel de uma URL no marketing digital?



Mas, agora você deve estar se perguntando: “Mas afinal, qual o papel de uma URL no marketing digital?”

A princípio pode parecer que a URL não tem grande importância dentro de uma estratégia de marketing digital, porém não é verdade.

Se o seu domínio for complicado ou longo demais, e o pior, não estar relacionado com o seu negócio, muitas pessoas deixarão de clicar nele e consequentemente, você perderá inúmeras oportunidades de vendas.

Sem contar que além dos cliques, vales destacar que várias pessoas digitam o endereço de um site diretamente no navegador, e por isso, é importante manter um nome curta e memorável.

Em resumo, sua URL precisa ser atrativa e convincente para o seu público-alvo. Se a sua URL não parecer “confiável”, ninguém vai clicar, e cada visita perdida é uma venda em potencial desperdiçada.

Por isso, as suas URLs são muito importantes para uma boa estratégia de marketing digital e do negócio como um todo.

3 passos de como criar URLs otimizadas e personalizadas para a sua empresa

Bom, agora que você entendeu o que é uma URL, sua importância e estrutura básica, chegou a hora de aprender como criar uma URL eficiente, única e exclusiva para o seu negócio.

Para te ajudar neste processo, separamos abaixo 3 passos simples e práticos para você escolha a melhor URL possível, e que te renda bons frutos.

Vamos lá?



1) Escolha um domínio que represente o seu negócio

Ao longo do conteúdo já citamos, mas vale destacar que escolher o domínio é muito importante, pois o mesmo irá impactar e muito em seus resultados de marketing e de forma geral no digital.

Por isso, escolha um domínio que presente o seu negócio. 

Seja o próprio nome do domínio, ou até mesmo em sua extensão. 

Por exemplo, se for uma instituição de ensino você pode optar por “.edu”, para segmentar ainda mais, e trazer maior autoridade e credibilidade para potenciais clientes do seu negócio.

2) Deixe suas URLs curtas (sempre que possível)

Focar em deixar suas URLs o mais curtas possível é melhor tanto para o Google, que dá prioridade para as palavras-chave certas, quanto para os seus usuários, isso porque a mesma será mais fácil de lembrar.

Obviamente, nem sempre isso será possível, e nessas situações priorize a semântica. 

Porque mesmo uma URL mais longa pode ser lembrada e acessada facilmente, caso seja clara e descomplicada.

3) Customize os links antes de compartilhá-los

Mesmo que você crie uma URL bem otimizada e original, às vezes ela não é a escolha ideal para você compartilhar em suas redes sociais e outros canais de comunicação.

Isso porque a mesma pode ser muito longa, e ficar feia visualmente.

Nestes casos, você pode utilizar um encurtador de URLs e personalizar o link com uma palavra curta que incentive a pessoa a realizar alguma ação.

Além disso, esses encurtadores oferecem rastreio de cliques e outras informações sobre os usuários que acessam o conteúdo a partir dos links curtos, o que pode dar a você uma boa vantagem estratégica.

Para finalizar…

Pronto! 

Esperamos que este conteúdo tenha clareado para você sobre o que é URL, sua importância, estrutura básica, qual seu papel no marketing digital e até mesmo dicas de como criar uma boa URL para o seu negócio e site.

E para criar uma estratégia de marketing digital eficiente, é preciso muito mais que apenas criar suas URLs.

E o Método do Inbound pode te ajudar muito depois de ter definido seu domínio.

Se você não tem uma ideia de como aplicar isso, conheça o Guia Definitivo do Inbound, onde você aprenderá como aumentar as vendas online do seu negócio, ou até mesmo começar a vender do zero.

Agora, queremos saber a sua opinião sobre este artigo, ela é muito importante para nós, então deixe aqui em baixo nos comentários se ele te ajudou de alguma forma, ou se você tem alguma dúvida.

Recomendados para você

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *